Frase do Dia...

“Uma cozinha geralmente é definida como uma culinária que deriva de uma cultura particular”

Márcia Algranti, 5763 (2005)

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

BATATA FATIADA RECHEADA



·         Batata
·         Batata-Inglesa,
·          Batatinha
·         Escorva papa
·         Semilha (Solanum tuberosum)

É uma planta perene da família das solanáceas.
A planta adulta geralmente tem entre sessenta a cem centímetros de altura, possui flores e frutos e produz um tubérculo comestível rico em amido, um carboidrato. Os nomes podem referir-se tanto ao tubérculo comestível quanto à planta como um todo. A espécie teve origem no Cordilheira dos Andes, próximo ao Lago Titicaca, e foi levada a outras regiões do mundo por colonizadores europeus. Atualmente são cultivadas milhares de variedades da espécie em todos os continentes e está inserida como um alimento fundamental na cultura mundial. A relação da batata com abatata-doce é bem pequena porque os vegetais não compartilham do mesmo gênero ou família, fazendo parte apenas da mesma ordem.
Como qualquer cultura, as plantações estão sujeitas ao ataque de diversas espécies de bactérias, fungos e insetos que comprometem a produtividade. Por isso, investe-se na criação de variedades mais resistentes, além da criação de batatas geneticamente modificadas, apesar do grande temor que ainda existe sobre produtos transgênicos. O aumento da produtividade é visto, ainda, como uma solução para acabar com a fome em diversos países. Para reconhecer a importância do tubérculo no mundo, o ano de 2008 foi intitulado o Ano Internacional da Batata pela Organização das Nações Unidas.

A batata é um alimento versátil, rico em carboidratos e altamente popular em todo o mundo e é preparado e servido das mais diversas formas.
Quando fresco, o tubérculo possui cerca de oitenta por cento de água e vinte por cento de matéria seca, da qual a maior parte é amido. A quantidade de proteínas da batata, quando desidratada, é comparável à dos cereais e é bem alta em relação a outros tubérculos e raízes. Além disso, a batata possui pouca gordura e é rica em vários micronutrientes, especialmente vitamina C (quando consumida com a pele, uma batata de cerca de 150 gramas fornece quase a metade da dose diária recomendada.).
A batata é também uma fonte moderada de ferro, e a vitamina C promove a absorção do mineral. O tubérculo é, ainda, uma fonte básica das vitaminas B1, B3 e B6 e minerais como potássio, fósforo e magnésio, além de conter fibras dietéticas e antioxidantes, que previne as doenças relacionadas ao envelhecimento.

Uma receita simples, mas deliciosa é o que vamos ver agora:



BATATA FATIADA RECHEADA

2 batatas grandes inteiras
100 g de manteiga
100 g de parmesão
óleo vegetal
60 ml de natas
60 g de queijo
Sal
Creme de leite (opcional)


Modo de Preparo:


Pré-aqueça o forno a 200 ° C.
Com uma faca afiada faça uma incisão ao longo das batatas. Tenha cuidado e pare antes de chegar ao final da batata. Não queremos cortar as batas ao meio, só abrir espaços. 

Agora com a batata já segmentada, coloque alternadamente uma porção de manteiga e um porção de parmesão. 

Passe a batata para uma forma já untada, nossa dica é untar com óleo vegetal e salpique um pouco de azeite sobre a batata. Tempere com sal a gosto.

Asse as batatas por aproximadamente uma hora. Após 45 minutos, retirar a forma do forno. Despeje o creme de leite por cima e polvilhe-a com o queijo ralado favorito.


Volte ao forno para os restantes 15 minutos e pronto, sua batata recheada está pronta para comer!


Outras variações desta receita:

- Recheada com bacon e queijo
- Recheada com Frango e Requeijao
- Apenas saborizada com azeite e ervas frescas




quarta-feira, 13 de novembro de 2013

150.000 visualizações!!!



Chegamos a 150.000 visualizações...

Que agradecer pela confiança e carinho de todos.
Espero estar contribuindo de alguma forma com este blog, pois é muito prazeroso pra mim!

Que venham outras 150.000...

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

PIZZA DE FRIGIDEIRA

 
 


P.I.Z.Z.A

Também grafada PIZA em Portugal. 
É uma preparação culinária que consiste em um disco de massa fermentada de farinha de trigo, coberto com molho de tomate e os ingredientes variados que normalmente incluem algum tipo de queijo, carnes preparadas ou defumadas e ervas, normalmente orégano ou manjericão, tudo assado em forno.

Quem diria que "um disco de massa regado com molho de tomates e coberto com ingredientes como queijos, carnes e ervas" poderia ser algo tão saboroso? 
Dizem que foram os egípcios que inventaram. Mas não há como pensar pizza sem lembrar da Itália.

Mas como simplificar o processo?
Vamos fazer de uma forma simples, rápida e tão gostosa quanto a original?

PIZZA DE FRIGIDEIRA

Isso mesmo... Na frigideira. Com tampa!


Olha como é simples...



INGREDIENTES
2 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de manteiga
1 colher pequena de sal
1 copo de leite morno

Opcional:
1 colher de chá de Fermento Biológico

http://tdg.ibxk.com.br/images/layout/blank.gifMODO DE PREPARO
Misturar tudo em uma travessa com as mãos e caso não encontre o ponto certo, adicione mais farinha até desgrudar a massa das mãos.
Se preferir, adicione neste ponto o fermento biológico.


Separar bolinhas de massa. Tamanhos iguais.

Abri-las separadamente na frigideira. Mas você pode também abrir no balcão e depois colocar na frigideira.


A partir daí começamos o processo:





·         Assar um lado até o ponto desejado.
·         Virar a massa
·         Desligar o fogo
·         Colocar molho de tomate
·         Cobrir o molho com mussarela, rodelas de tomate e orégano
·         Assar agora o outro lado
·         Tampe para que o queijo derreta


Servir quente.

BOM APETITE!!!



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

5 alimentos falsos... Confira!

Você sabia que muitos dos alimentos que consome no seu dia-a-dia são falsos?
Confira a lista de 5 alimentos comuns e que não são realmente o que você pensa!
Lógico que isso não tira o mérito e o sabor de cada um deles, isto é apenas a titulo de informação.

CHOCOLATE

Segundo o Presidente da Associação de Turismo de Ilhéus, Bahia (Ilhéus é a maior produtora de Cacau do Brasil) 1 em cada 3 chocolates fabricados no Brasil não possuem a quantidade mínima de cacau para ser considerado um chocolate. 
O valor mínimo de cacau é 25% para que um chocolate seja considerado realmente um chocolate. Sua classificação deveria ser diferente, assim como ocorre com o chocolate branco que não passa de gordura e açúcar.

PÃO INTEGRAL

Pães integrais são falsos em sua maioria pois não são 100% integrais. O importante ao comprar um pão integral é verificar se ele possui os dizeres “100 %integral” no rótulo e também se possui uma boa quantidade de fibras por porção, o que é comum em pães integrais.
O importante em saber é que os paes integrais precisam de uma boa prte de farinha branca, pois é este ingrediente que vai dar a elasticidade e a maciez necessaria para que o pão cresça e fique saboroso.

CEREJA EM CALDA

A maioria das pessoas compra e come chuchu achando que é cereja. Isso é muito comum em padarias, onde fazem uma cereja falsa utilizando o chuchu, que aceita qualquer sabor e engana muito bem aqueles que não conhecem o sabor de uma cereja de verdade.
Você provavelmente já brigou para roubar chuchu da cobertura do bolo. Embora a maioria dos vidrinhos de cereja ao marasquino tenham a fruta de verdade, muitas padarias e confeitarias recorrem à réplica bastarda para driblar a sazonalidade e o preço da legítima. "Além da textura adequada, o chuchu não tem personalidade: o sabor que você der ele aceita", diz Sueli Saraiva, culinarista considerada especialista no truque. 

Como saber se você comprou chuchu a preço de cereja? A SUPER procurou o Inmetro, que informou que o alimento nunca foi testado. A Anvisa só examina alimentos que representem risco alimentar, suspeitos de causar intoxicação ou que contenham algum ingrediente nocivo não especificado na embalagem. Não é o caso da chuchureja. 

KANI KAMA

O Kani Kama é um dos alimentos mais falsos da lista, pois tem de tudo menos a carne de siri que todos acreditam estar comendo. O Kani consiste em uma mistura de carne de diversos tipos de pescados e amido de trigo, clara de ovo, açúcar, um extrato de algas, aromatizantes sabor caranguejo, sal, vinho de arroz e um pouco do mal afamado glutamato monossódico, que é um dos piores venenos existentes na comida industrializada.
É um bastão feito com carne de peixe sabor imitação de carne de carangueijo. Em japonês, kani significa caranguejo e deu origem ao nome do produto porque é aromatizado com extrato ou carne desse crustáceo, apesar que agora utiliza-se também, extrato de lagosta como aromatizante.
Começou a ser industrializada e rapidamente se tornou popular no mundo inteiro. O principal componente do kani é o surimi, massa feita com carne de pescado e, para seu preparo, são usados peixes bem brancos, provenientes de mares mais gelados.
Mas não é só isso que ele tem, e aí é que mora o perigo. À ele, adiciona-se também amido de trigo,clara de ovo, açúcar, extrato de algas e de caranguejo ou lagosta, sal, vinho de arroz,proteína de broto de feijão, glutamato monossódico.
Além disso, sua cor avermelhada é feita utilizando um pigmento extraído de um inseto chamado Cochonilha, veja:
Mas isso não significa que homem não pode comer, hein? Nada de preconceito, é só brincadeirinha.

MANTEIGA NA PIPOCA DO CINEMA

A tão famosa pipoca, que as pessoas gostam de comer antes de entrar na sala de cinema, também é uma farsa. Aquele cheirinho de manteiga que você sente enquanto compra seu ticket na realidade é óleo de soja com sabor artificial de manteiga. A coloração mais avermelhada é obtida com beta caroteno.
Essa é uma pequena lista dos alimentos que são considerados falsos, pois de alguma forma ou de outra não são o que parecem (ou o que cheiram).

domingo, 20 de outubro de 2013

Macarrão Frito... Delicia!!!



Sabe aquele macarrão que sobra do almoço ou do jantar?

Oque acha de saborea-lo de uma forma diferente?

Vamos fritá-lo?

Simples e fácil..
Você pode utilizar qualquer tipo de macarrão.


Ingredientes
Macarrão cozido sem sal
Óleo para fritar
Papel toalha ou guardanapo
Sal a gosto

Modo de preparo
Fritar o macarrão em óleo quente.
Colocar em papel toalha ou guardanapo para retirar o excesso de óleo.
Temperar com sal a gosto.

Bom Apetite!!!



terça-feira, 10 de setembro de 2013

SALADA CAPRESE - Por Maximiliano Sommo

Maximiliano Sommo (Professor de Cozinha Basica e Avançada - IESB)


A Itália, conhecida como a “Botinha” no mapa europeu, pois seu formato lembra o de uma Bota. É considerada um dos grandes berços da gastronomia, com receitas típicas de regiões e cidades como a Sicília, Milão e Pie monte. Mas é de uma de suas ilhas, Capri, no golfo de Nápolis, que vem uma receita típica deste país que leva as cores da bandeira e ingredientes locais: A Insalata Caprese. Rodelas de tomate italiano, muçarela de búfala e folhas de alfavaca (Uma variação do Manjericão) estão entre os ingredientes básicos, mas as releituras e possibilidades são infinitas e o preparo é facílimo!



Curiosidade:

Segundo as especulações dos estudiosos em história da gastronomia a Salada Caprese ganhou este nome porque ficou famosa mesmo após ter sido servida em Capri ao rei Farouk, do Egito, em 1.950.


O chef Maximiliano Sommo, professor de Cozinha Básica e Cozinha Avançada no curso de gastronomia do IESB, assegura que se trata de um clássico da cozinha mediterrânea.
“Às vezes os alunos querem dar um toque pessoal à receita, acrescentando ingredientes como cebola roxa e molho pesto, mas deixa de ser a salada caprese e vira apenas uma inspiração para novos pratos”, reflete.

A “salada capri” tem um preparo tradicional. Ao contrário de outros pratos italianos que levam o manjericão, o verde da caprese vem de outra erva. “A alfavaca fresca é usada no lugar do manjericão por ter folhas mais largas, macias e suculentas”, explica. Para não oxidar as folhas, o chef dá uma dica: “Lave e separe com as mãos, sem usar faca.” Outra recomendação é que o tomate, do tipo italiano, esteja maduro. “Dê preferência para o orgânico, que tem um sabor mais acentuado.” Outra opção para o prato é o tomate cereja cortado em metades; a muçarela de búfala pode ser substituída por outro queijo fresco, como o de cabra e o minas frescal.








Apesar do número reduzido de ingredientes, a salada caprese pode ser considerada uma refeição. “É completa; tem a proteína da muçarela fresca. Vai bem com uma cepa suave de vinho tinto ou mesmo um chardonnay”, completa.

Para finalizar, azeite extra virgem, sal marinho e pimenta do reino moída na hora.


Bom...
A receita é simples e você pode usar sua criatividade para incrementa-la.

INGREDIENTES
Tomate
Muçarela de Bufala
Alfavaca ou Manjericão
Azeite extra-virgem
Sal
Pimenta do reino

MODO DE PREPARO
Os ingredientes são todos crus, apenas lavados e montados da maneira que você preferir.
Inspirem-se nas  fotos e usem a criatividade.
Espero que gostem!!!

Buon appetito!!!

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Os 50 Melhores Restaurantes da America Latina... 9 são BRASILEIROS!!!

E saiu a lista dos 50 melhores restaurantes da America Latina...
Entre os nomes estão 9 BRASILEIROS...

Mas o que se leva em consideração para eleger o que seria melhor ou mesmo, pior?

Fiz uma pesquisa e cheguei a seguinte conclusão:

NÃO HÁ REGRA ESPECÍFICA...

É um grupo seleto de profissionais da área gastronomiCa, criticos em gastronomia entre outros, que fazem um julgamento durante um certo tempo, neste período eles julgam o cárdapio, a criatividade, o serviço, tempo de atendimento, conhecimento dos profissionais envolvidos entre outros critérios.

"Não há um check-list pré-determinado de critérios; por exemplo uma experiência interessante em um estabelecimento simples, onde a inovação excepcional foi descoberta, poderia ser julgada melhor do que uma refeição mais opulenta de uma equipe de um restaurante amplamente festejado. Os resultados são um simples cálculo de votos", diz o site da premiação.

As principais regras, são:

- A votação é estritamente confidencial antes do anúncio dos prêmios
- Jurados podem votar em sete restaurantes, e pelo menos três devem estar fora da sua região
- Os eleitores devem ter comido em restaurantes por eles votados nos últimos 18 meses
- Os eleitores não podem votar em restaurantes de sua propriedade ou nos quais têm interesse 
- As avaliações devem ser feitas para o restaurante, não para o dono do restaurante ou o chef
- Jurados devem apresentar as suas sete opções por ordem de preferência (critério que é usado para decidir sobre as posições em caso de empate)


Fora isso, "não há regras". Segundo o site do prêmio, isso também significa que todos os restaurantes da America Latina são passíveis de serem premiados.


As únicas exceções são os casos em que o restaurante estiver fechado na época da premiação ou que fechará em um futuro próximo. 


Segue abaixo a lista dos Brasileiros e suas respectivas colocações:

América Latina unida pela gastronomia. Confira abaixo a lista completa com os Melhores restaurantes BRASILEIROS do continente.

Entre os 50 Best América Latina estão os brasileiríssimos
:

2º D.O.M., São Paulo, Brasil (Melhor do Brasil)
5º Mani, São Paulo, Brasil (Helena Rizzo, Melhor Chef Latino-americana)
10º Roberta Sudbrack, Rio de Janeiro, Brasil
http://www.robertasudbrack.com.br/

16º Mocotó, São Paulo, Brasil
23º Fasano, Brasil 
32º Attimo, São Paulo, Brasil
35º Olympe, Rio de Janeiro, Brasil
38º Remanso do Bosque, Belém, Pará, Brasil (Restaurante Potencial)
http://www.restauranteremanso.com.br/


41º Epice, São Paulo, Brasil 
http://www.epicerestaurante.com.br/epice/



Segue abaixo a lista completa:

50 Best América Latina:

1 Astrid y Gastón, Peru (Melhor do Peru e Gastón Acurio, Melhor Chef Pelo Conjunto da Obra)
2 D.O.M., São Paulo, Brasil (Melhor do Brasil)
3 Pujol, México (Escolha dos Chefs e Melhor do México)
4 Central, Peru
5 Mani, São Paulo, Brasil (Helena Rizzo, Melhor Chef Latino-americana)
6 Biko, México
7 Malabar, Peru
8 Boragó, Chile (Melhor do Chile)
9 Tegui, Argentina (Melhor da Argentina)
10 Roberta Sudbrack, Rio de Janeiro, Brasil
11 Maido, Peru
12 Pangea, México
13 Rafael, Peru
14 Fiesta, Peru
15 La Mar, Peru
16 Mocotó, São Paulo, Brasil
17 La Cabrera, Argentina
18 Tomo 1, Argentina
19 Criterión, Colômbia (Melhor da Colômbia)
20 Parador La Huella, Uruguai (Melhor do Uruguai)
21 Quintonil, México
22 Harry Sasson, Colômbia
23 Fasano, Brasil
24 Andrés Carne de Res, Colômbia
25 Alto, Venezuela (Melhor da Venezuela)
26 Merotoro, México
27 Oviedo, Argentina
28 Chila, Argentina
29 Sucre, Argentina
30 Corazon de Tierra, México
31 Aramburu, Argentina
32 Attimo, São Paulo, Brasil
33 Pura Tierra, Argentina
34 Casa Oaxaca Hotel, México
35 Olympe, Rio de Janeiro, Brasil
36 Sud 777, México
37 Francis Mallmann 1884, Argentina
38 Remanso do Bosque, Belém, Pará, Brasil (Restaurante Potencial)
39 El Baqueano, Argentina
40 Unik, Argentina
41 Epice, São Paulo, Brasil
42 La Bourgogne, Uruguai
43 Pitiona, México
44 Paraje Arévalo, Argentina
45 Casa Umare, Argentina
46 Laja, México
47 El Cielo, Colômbia
48 Osaka, Chile
49 Hernán Gipponi Restaurante, Argentina
50 Elena, Argentina

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Aperitivo rápido... Fácil... Delicioso!!!


Aperitivo, petisco, acepipe ou tira-gosto são preparações ligeiras, simples ou elaboradas, frias ou quentes, que se servem antes do prato principal de uma refeição, normalmente acompanhado por uma bebida.
A variedade é imensa, sendo que a possibilidade de misturar produtos crus (alface, cenoura, etc.) com produtos cozidos (batata, feijão-verde, carnes, etc.) permite ao cozinheiro uma grande criatividade.
O garde-manger é o responsável pela elaboração dos aperitivos frios, sendo o entremetier ou o pasteleiro são responsáveis pela elaboração dos aperitivos quentes.

Exemplos de aperitivos:
azeitonas recheadas,
biscoitos salgados com queijo
salsichas quentes ou frias,
cubos de queijo
pizzas
croquetes,
pasteis de Bacalhau,
sardinhas em conserva,
atum,
saladas,
carnes frias,
ovos recheados,
salada de feijão-frade,
cocktail de marisco,
caracóis,
espargos,
alcachofras,
mousse de fiambre,
figos com presunto,
vol-au-vent,
pêra abacate,
espadarte,
salmão fumado,
quiche-lorraine,
pizza...

E como não poderia deixar de citar... O Tomate Cereja...
Este é super simples...
Por isso escolhi para ser o aperitivo da vez...


Ingredientes

Tomate Cereja
Azeite
Sal
Pimenta do reino
Sal
Cebolinha verde picada


Modo de Preparo

Misturar todos os ingredientes e servir junto a uma cerveja da sua preferencia, bem gelada... Fica perfeito!

Bom Apetite!!!

domingo, 16 de junho de 2013

SALSICHA... Como é fabricada???




A maioria das pessoas gostam muito deste ingrediente, pois além de saboroso, barato, possuir várias maneiras de ser utilizado, é muito fácil de encontrar.
Quem não gosta de um maravilhoso Cachorro Quente? Enroladinho de Salsicha? Macarrão com Salsicha?

Mas você sabe como é fabricada a tão adorada Salsicha???

Antigamente as informações eram desencontradas, equivocadas e muitas pessoas não consumiam salsicha por medo da maneira como eram fabricadas. Mas isso tudo mudou, conforme você pode conferir na reportagem a seguir.


Como é feita a salsicha?

A mais comum é usada em cachorros-quentes e outras receitas populares, é feita em linhas de produção automatizadas, praticamente sem contato humano e com etapas rígidas de higienização. Isso desmente o mito de que as fábricas de salsichas ainda são ambientes repugnantes, com sangue e gordura escorrendo por todos os lados.
Essa idéia se disseminou principalmente pela célebre frase do chanceler alemão Otto von Bismarck (1815-1898), que dizia que as pessoas nunca deveriam saber como são feitas as salsichas e as leis.

Na verdade, a única parte do processo que pode afetar os estômagos mais sensíveis é a hora da escolha dos ingredientes, já que essa iguaria é feita com carne picada ou moída de qualquer pedaço de boi, porco ou frango. "Geralmente, o que entra nessa mistura são as sobras dos cortes tradicionais e partes pouco apreciadas, como as bochechas e as vísceras de bovinos e suínos", diz a engenheira de alimentos Eunice Yamada, do Instituto de Tecnologia de Alimentos de Campinas (SP).

Entretanto, a receita costuma mudar um pouco de acordo com o tipo de produto. "Quando a salsicha é de frango ou de peru, a carne aproveitada na fabricação é aquela que fica grudada nos ossos após a retirada das peças principais, como o peito, a coxa e a sobrecoxa", afirma outra engenheira de alimentos, Carmen Castillo, da Universidade de São Paulo (USP).

Mistura de restos de carnes de boi, de porco e de frango são os ingredientes principais do produto
1. A matéria-prima da salsicha é a chamada carne industrial, composta principalmente de sobras e aparas dos cortes tradicionais e de regiões pouco valorizadas de boi, frango e porco. Na primeira etapa da produção, as peças congeladas são cortadas em pedaços bem pequenos por um conjunto de máquinas automáticas
2. Depois de retalhadas, as carnes passam por um aparelho chamado cutter, que transforma a mistura em uma espécie de farelo homogêneo. O passo seguinte é juntar à matéria-prima doses de sal, amido de milho, temperos e conservantes (como nitrito de sódio), que dão uma coloração rosada à mistura. A receita fica então com cerca de 55% de carne e 45% de outros ingredientes
3. O processo de embutimento propriamente dito começa assim que a pasta sai do cutter. A mistura é usada para encher as tripas, que podem ser naturais (como intestinos de carneiro, por exemplo) ou artificiais, feitas de plástico ou celulose, com diâmetro médio de 2 centímetros. Depois de preenchidas, as tripas são torcidas ou amarradas mecanicamente
4. Já fechadas, as salsichas ficam por meia hora em uma estufa a 80 ºC. Um termômetro controla a temperatura, avisando a hora de interromper o cozimento, quando o interior da salsicha chegar a 70 ºC. A técnica é um pouco diferente para as salsichas defumadas, mergulhadas nessa etapa em um líquido com essência de madeira, que confere o sabor característico ao produto
5. Depois do cozimento, as salsichas são resfriadas com uma ducha de água gelada por cerca de 20 minutos, matando microrganismos que sobreviveram ao calor da estufa. O resfriamento também desprende a tripa de plástico, mas a salsicha mantém sua forma porque as proteínas da carne coagulam durante o cozimento, criando uma fina camada externa que sustenta o formato do produto
6. A essa altura, a salsicha até já poderia ser consumida, mas ela ainda passa pelo processo de tingimento, para melhorar o aspecto do produto. Nessa hora, ela é mergulhada por dois minutos em um tanque com uma solução de urucum, um corante natural. Depois, um banho de ácido fosfórico ajuda a fixar a cor vermelha
7. Na última fase da produção, as salsichas são embaladas a vácuo, para garantir a conservação por um período maior. Antes de comê-las, entretanto, é recomendável ferver o produto, para se livrar de microrganismos que eventualmente tenham resistido aos processos de cozimento e de choque térmico

Agora que você já conhece o processo de fabricação, está tranquilo e deve estar com fome, o que acha de umas receitinhas fáceis e deliciosas?


 Macarrão Rapunzel


MACARRÃO DIFERENTE ou MACARRÃO RAPUNZEL

INGREDIENTES

Salsichas
Macarrão tipo Spaghetti nº8 (aquele mais fininho)
Quanto baste de sal
Óleo
Água







COMO FAZER

Leve ao fogo uma quantidade suficiente de água com sal e um fio de óleo para cozinhar o macarrão. 
Deixe cozinhar até que o macarrão fique 'al dente'. Escorra e jogue água fria para esfriar o macarrão e parar o processo de cozimento que continua após a retirada da água quente devido ao calor.

Servir com o molho da sua preferencia!!!


Enroladinho Assado de Salsicha 


ENROLADINHO ASSADO DE SALSICHA

Ingredientes:

1 pacote de salsicha
1 pacote de massa folhada (massa leve) para assar
2 gemas




Modo de Fazer:

Lavar as salsichas na água quente.
Pegar uma folha da massa folhada e cortar em tiras.
Enrolar a tira em cada salsicha.
Untar a assadeira com manteiga e colocar os enroladinhos.
Pincelar um a um com as gemas
Levar ao forno a 180° C, por vinte minutos.


Cachorro Quente


CACHORRO QUENTE


Ingredientes

Pão para Cachorro Quente
Salsicha
Molho de Tomate
Alho
Cebola
Sal
Milho verde
Batata Palha
Maionese


Modo de Preparo

Refogar alho e cebola no Azeite, juntar o molho de tomate, um pouco de água e deixe engrossar o liquido. Acerte o sal e reserve.

Corte o pão ao meio, passe maionese, coloque uma salsicha, por cima um pouco do molho de tomate, acrescente o milho e finalize com a batata palha.
Caso goste, pode acrescentar outros ingredientes, como: Queijo, Ervilhas, Bacon, etc.



Super fácil, né?? Fica a dica!!!

Fonte de Pesquisa: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-e-feita-a-salsicha